3ª Copa PUBG Desafiante: Série de Acesso: oito equipes para elite são definidas

18/10/2020

Copa PUBG Desafiante: Série de Acesso - 3ª temporada de 2020

A 3ª temporada da Copa PUBG Desafiante: Série de Acesso rolou nesse fim de semana, com a definição das oito equipes classificadas para a elite do PUBG na América Latina. Cinco delas subiram da competição de acesso.

Dezesseis equipes participaram do torneio classificatório nesses sábado (17) e domingo (18): as oito primeiras colocadas da 3ª Copa PUBG Desafiante e as oito participantes da 3ª Copa PUBG Masters que não passaram para as finais.

Elas se enfrentaram em 12 quedas, sendo seis por dia, nos mapas Erangel e Miramar. O top 8 se classificou para a divisão de elite do PUBG latino-americano.

Foi uma disputa acirrada, em que as equipes trocaram de posições ao longo da competição, com pequenas diferenças de pontos entre elas. Foi necessário esperar a realização das 12 quedas para se ter certeza de quais seriam as classificadas.

Classificação final

Classificação final da 3ª temporada da Copa PUBG Desafiante: Série de Acesso

Das oito equipes que triunfaram na 3ª Copa PUBG Desafiante: Série de Acesso, somente três disputaram a 3ª Copa PUBG Masters: Good to Great (Brasil), Formula (América Latina) e B4DCALL (Brasil).

Já as cinco outras classificadas saíram da 3ª Copa PUBG Desafiante, demonstrando a possibilidade de ascensão de novas equipes à elite no cenário competitivo latino-americano: as brasileiras BRASIL, 100MEDO, ARMY5 FEAROW e Fênix e a latino-americana Mutant Gaming.

Participantes da 3ª Copa PUBG Masters, quatro equipes não se mantiveram na elite: as brasileiras Experience Live e Novos Tempos e as latino-americanas Volta 7 e Toxic Booty.

Líder em ascensão

Campeã da 3ª Copa PUBG Desafiante, a BRASIL terminou a Série de Acesso na liderança, com 105 pontos, sendo 66 por eliminações de adversários.

Formada por nomes conhecidos, como Andrei "ps1co" CarvalhoGustavo "Guben" Dias e Rafael "Rds149" Santos, a equipe brasileira venceu três, das 12 quedas da competição. O novato Yago "Kablle" Fredo teve a melhor performance individual do torneio, com 26 abates.

"O individual de cada um sempre foi muito bom, eu acho que ter juntado essa amizade e a vontade de competir de cada um foi essencial [para o bom desempenho da BRASIL]", explica Guben.

"No início, quando reunimos os quatro para conversar, já estávamos com a mentalidade de sermos campeões e sempre almejando o topo. Não só isso: eu falei que queria uma equipe que, independente se estivéssemos bem ou mal em um campeonato, iriamos ficar juntos. Nós temos a Shoot to Kill (STK) como inspiração. Eu falei que a ‘fórmula secreta’' seria não mexer no elenco e ter uma equipe que, na vitória e na derrota, estivesse junta, aprendendo e lutando", comenta o pro-player brasileiro.

A BRASIL nasceu após a 2ª temporada, em que a Royal Flush de Guben não conseguiu se manter na Copa PUBG Masters. Com isso, o brasileiro decidiu montar a nova equipe.

"Eu reuni esses meninos, tanto pela amizade quanto pela qualidade individual de cada um. Consegui juntar o útil ao agradável. Fui atrás de cada um e montei o time pegando cada 'peça' e colocando no 'tabuleiro'. Rds149 é um excelente In-Game Leader, o ps1co e o Kablle são fraggers absurdos e eu ali para completar, fazendo suporte/flanco", conta Guben.

Depois de tanto planejamento e da combinação de forças, os sentimentos com o resultado são de felicidade e orgulho. "Conseguimos provar para nós mesmos que, mesmo tendo um dia ruim e ficando lá em baixo na tabela, conseguimos dar a volta por cima. Saímos do 12º lugar com a diferença de 38 pontos para a líder para, em seis partidas, terminar hoje em 1° e ficar 14 pontos à frente da 2ª colocada".

Na 2ª posição ficou a brasileira 100MEDO, de Leandro "DreamRust" Santos, com 91 pontos, dos quais 55 por eliminações de adversários. A equipe conseguiu uma vitória.

Mantendo-se na elite

Participante da 3ª Copa PUBG Masters, a brasileira Good to Great se manteve na elite, com a terceira melhor campanha da Série de Acesso. Foram 90 pontos obtidos - 1 a menos do que a 2ª colocada -, sendo 67 por abates.

"Nós começamos o campeonato muito focados. Confiamos no nosso plano de jogo e nas melhorias que implementamos ao longo da fase de grupos da Copa PUBG Masters", explica Alan "snapzx" Pinheiro, pro-player da Good to Great. "Fomos muito bem nas três primeiras quedas, em Erangel, o que nos levou a um certo conforto. Em Miramar tivemos problemas no loot, disputando spot em duas das três quedas do dia. Isso prejudicou muito nosso jogo. Fechamos o primeiro dia no topo da tabela e já sabíamos que estávamos classificados. Para o segundo dia viemos com uma cabeça muito mais leve e com foco em melhorar coisas específicas. Com isso tivemos um dia mediano em questão de resultados, aproveitando muito mais para treino e sendo bem importante para nossa evolução".

Snapzx atribui o bom desempenho da Good to Great ao entrosamento, à comunicação e à habilidade dos jogadores do elenco. "Hoje todo o nosso time tem total consciência do plano de jogo. Além de termos conseguido melhorar muito a teamplay para a Série de Acesso, o entendimento de como jogar e quando jogar ficou muito mais claro".

Ele diz que, se mantendo na elite, a sensação é de que a equipe "pode mais". "Sabemos que todo time novo, como o nosso, precisa de tempo para chegar ao auge e queremos investir este tempo para encontrarmos o nosso melhor. Se seguirmos nessa evolução da última semana, conseguiremos bater de frente com qualquer time da Copa PUBG Masters".

Jogo a jogo

Confira quais equipes levaram o Winner Winner Chicken Dinner de cada queda:

Sábado

Queda 1 (Erangel): Volta 7
Queda 2 (Erangel): Good to Great
Queda 3 (Erangel): B4DCALL
Queda 4 (Miramar): Fênix
Queda 5 (Miramar): B4DCALL
Queda 6 (Miramar): 100MEDO

Domingo

Queda 7 (Miramar): BRASIL
Queda 8 (Miramar): Fênix
Queda 9 (Miramar): BRASIL
Queda 10 (Erangel): BRASIL
Queda 11 (Erangel): ARMY5 FEAROW
Queda 12 (Erangel): Formula

BRASIL

Copa PUBG Desafiante Série de Acesso

Good to Great

PUBG