Entrevista com treinador da PUBG Nations Cup 2022: Brasil

Cobertura

by PUBG Esports

Com a PUBG Nations Cup 2022 se aproximando, avaliamos de perto cada uma das 16 nações participantes e suas equipes. Do processo de seleção, às estatísticas individuais dos jogadores e ao histórico em eventos internacionais, estamos fazendo o possível para prever como achamos que cada equipe se apresentará quando as nações se enfrentarem em Bangkok a partir de 16 de junho.

Um elemento que ainda não examinamos é a posição do treinador da equipe. Um técnico é obviamente um papel crítico em qualquer partida de PUBG, mas esses treinadores têm um desafio particularmente difícil ao entrar na PUBG Nations Cup.

A maioria dos jogadores dessas equipes normalmente não compete juntos, o que significa que os treinadores terão a responsabilidade de promover a cooperação e o trabalho em equipe em um prazo muito curto. Para ter uma ideia de sua estratégia e abordagem para essa tarefa, entrevistamos quatro treinadores diferentes das Américas. O entrevistado da vez é rbn, da equipe do Brasil, de A Creche.

Como é, para você, ter sido escolhido treinador do seu país para a PUBG Nations Cup 2022?

É uma honra ser escolhido como técnico do Brasil para esta PUBG Nations Cup. No Brasil, praticamente toda criança sonha em vestir o verde e amarelo e representar o Brasil no futebol. Não consegui esse feito jogando bola, mas realizei esse sonho de vestir a camisa e representar o Brasil no PUBG.

Pode falar um pouco sobre os seus jogadores?

São jogadores de altissímo nível. Todos são fraggers excepcionais e muito inteligentes jogando. Eu acredito que não poderia pedir uma equipe melhor para treinar.

Quais são as maiores forças da sua equipe?

Acredito que o ponto mais forte dos meus jogadores é o fato de serem muito jovens ainda. São jogadores de altíssimo calibre, com uma mira muito boa e com ótimas tomadas de decisões ingame. É um core muito forte e que vai dar muito trabalho para todas as equipes que forem tentar trocar tiro com a gente no servidor.

Quais são o seu papel e as suas responsabilidades com a equipe?

Eu faço o básico com os meninos, passo um pouco do meu modo de jogo em Miramar, pois iremos cair no mesmo spot que o meu time cai e isso vai nos beneficiar muito nesse campeonato. Também corrijo alguns erros que cometemos nas scrims, e é basicamente isso.

Quais são os desafios específicos de ser treinador de uma equipe nacional em comparação com uma equipe comum?

Bom, eu não sou um treinador de ofício e essa é a minha primeira vez sendo um. É algo novo pra mim, porém não muito diferente das coisas que eu já faço no dia a dia para a minha equipe, então está sendo bem tranquilo.

Como você tem elaborado sua estratégia para o evento?

É difícil elaborar um plano de jogo para um campeonato em que você não conhece e nem sabe como vai ser o estilo de jogo das outras equipes, mas meus jogadores são extremamente agressivos, gostam muito de trocar tiro e, com certeza, a gente vai ser uma equipe que vai ter uma grande quantidade de abates.

Suas táticas são diferentes em razão de os jogadores normalmente não competem juntos?

Eu acredito que esse seja o ponto forte do nosso time. Eu, vhz, lfp e sparkingg já jogamos juntos por muito tempo e, como o sparkingg será o nosso IGL, a gente sempre teve o mesmo estilo de jogo, nós temos muitas ideias parecidas e com certeza não vamos ter problemas quanto a isso. Muito pelo contrário, seremos bastante beneficiados por já termos jogados juntos. 

A equipe está se adaptando bem? Como você constrói um espírito de equipe forte?

Sim, com certeza, o ambiente dentro da equipe é bom. Nós somos amigos de longa data e nossa relação é muito boa. Eu acredito que um time precisa sempre estar muito focado e todos precisam se importar e querer obter o mesmo resultado e, nessa equipe, eu vejo isso. Todos estão muito focados e querem muito trazer esse título para o Brasil. Nós entraremos no servidor com o pensamento de que nós somos muitos capazes de voltar pra casa com esse título.

As tensões podem aumentar em um evento tão grande, como você garante que os jogadores mantenham a calma?

Com certeza, a pressão de jogar um campeonato em LAN aumenta, e com isso bate um pouco de nervosismo, ainda mais que nós temos dois jogadores que nunca jogaram um evento presencialmente, mas meus jogadores sabem que são capazes de fazer o que eles tÊm que fazer, e é por isso que eles foram os escolhidos, então eu acredito que esse nervosismo não vai ser algo que vá nos prejudicar nesse campeonato.

Quais nações você acha que tem os jogadores mais fortes?

A China. Eu acredito que eles têm um time muito forte e chegam como um dos favoritos nesse campeonato.

Você acha que diferentes países/regiões têm estilos diferentes? Se sim, como? Você consegue ver alguma rivalidade se desenvolvendo entre as diferentes nações?

Eu acredito que sim. Na minha opnião, é a Ásia vs Europa. Na Ásia, o estilo de jogo é mais agressivo e os jogadores estão sempre em busca de abates. Já na Europa as equipes prezam mais pelo posicionamento e por fazer mais pontos de colocação. Na parte da rivalidade, acredito que sim também, pois a região vencedora será considerada a melhor região do jogo, então acredito que teremos rivalidades entre as regiões/nações.

Alguma mensagem para os fãs/pedido de apoio/qualquer outra coisa que você queira que a comunidade saiba?

Com certeza! Gostaria de pedir a torcida de todos os Brasileiros que gostam de PUBG e aqueles que não acompanham também, pois nós estaremos representando uma nação inteira e quem quiser acompanhar e torcer será muito bem-vindo. Gostaria de dizer também que esta é a melhor line que o Brasil poderia ter e que nós estamos treinando bastante para trazer o título para casa, podem acreditar e esperar muito da nossa seleção!

Compartilhar Isso