Jogadores destaques da Grande Final da PCS6 Américas

Cobertura

by PUBG Esports

Os melhores jogadores de PUBG das Américas se encontram mais uma vez para a batalha da PUBG Continental Series 6 (PCS6), cuja Grande Final acontece de 15 a 17 e de 22 a 24 de abril. A competição vale premiação de US$ 250 mil e pontos de classificação para o PUBG Global Championship (PGC) de 2022, o que faz com que os confrontos entre as 16 equipes – e os seus jogadores – sejam ainda mais épicos.

Dentre os atletas que buscam o título, a premiação e os pontos para o PGC, há aqueles consolidados, os em ascensão e os que estão buscando o seu lugar ao sol. E existem ainda os jogadores nos quais o público deve prestar muita atenção. São os destaques, que podem desequilibrar as partidas e dar show para o público.

Casters da América Latina e da América do Norte se dedicaram à difícil missão de escolher quem são os jogadores destaques desta Grande Final de PCS6 Américas, em razão da expectativa em torno de suas apresentações.

PCS6 Américas: guia da Grande Final
PCS6 Américas: casters preveem o top 5 da Grande Final
Jogadores comentam expectativas para a Grande Final da PCS6 Américas

Para compor a lista de jogadores, os casters indicaram seis nomes de sua preferência (três da América Latina e três da América do Norte) e justificaram as escolhas. Os mais votados estão na relação abaixo.

A Grande Final da PCS6 Américas acontece nos dias 15, 16, 17, 22, 23 e 24 de abril, com transmissão ao vivo em Português e Espanhol a partir das 20h (BRT), nos canais oficiais de streaming do PUBG.

Confira quem são os jogadores destaques:

sparkingg

O brasileiro Pedro “sparkingg” Ribeiro continua presente nas listas de jogadores destaques. Ele é sempre lembrado desde que despontou na América Latina em 2020 e se manteve no topo quando passou a jogar na América do Norte, em 2021, depois de brilhar no PUBG Global Invitational S (PGI.S) pela Meta Gaming

Ele, hoje, está na Yaho, equipe que terminou a Eliminatória Regional norte-americana da PCS6 Américas na liderança e, por isso, chega como uma das principais candidatas ao título para a Grande Final.

Na competição da América do Norte, o brasileiro teve o melhor desempenho individual dentre todos os jogadores, liderando as estatísticas. Ele conseguiu 3,7 de KDA, com 30 abates, 14 assistências e 4603,6 de dano causado.

Por isso e pela história de sucesso e ótimas atuações que construiu nesses três anos, sparkingg é, sem dúvida, um jogador a se observar nesta Grande Final.

“O jogador da Yaho já foi, muitas vezes, reconhecido pelo sua jogabilidade destrutiva. Qualquer equipe que o enfrenta pode ser apagada do campo de batalha. Depois de um período jogando sob as chamadas da Dignitas, sparkingg pareceu menor em sua importância nas batalhas. Na Eliminatória Regional, o Rei mostrou novamente que é um jogador para se temer e que pode levar a Yaho ao 1º lugar.” (Jerry)

“Yaho é uma equipe que parece estar procurando por sua identidade em 2022, o que pode ser visto pelas mudanças no quarto jogador. O 8º lugar na ESL PUBG Masters Américas pintou uma imagem sombria do futuro da equipe, mas sparkingg, que originalmente era o astro da Meta Gaming na América Latina, nos lembrou por que era um jogador tão forte ao conseguir 30 abates em 12 rodadas na Eliminatória Regional da PCS6. Todos devem estar empolgados com o poder de fogo deste jogador e desta equipe na Grande Final.” (Cameron)

“Foi o melhor jogador da Eliminatória Regional da América do Norte da PCS6. Pegando qualquer estatísticas (abate, assistência, knocks, dano, KDA), sparkingg estará sempre no top 5. Ele vive uma das melhores fases e tem grandes chances de fazer história nesta Grande Final.” (Canedo)

“Sparkingg está sempre brilhando e em constante evolução. O jogador se destacou muito na Eliminatória Regional da América do Norte da PCS6 Américas.” (IVANZITO)

TGLTN

O australiano James “TGLTN” Giezen continua em alta, mesmo com a fase mediana da Soniqs, que terminou na 3ª colocação da ESL PUBG Masters Américas: Fase 1 e precisou passar pelo Classificatório Última Chance para se classificar para a Grande Final da PCS6 Américas.

TGLTN é o principal jogador da Soniqs e fez parte das vitoriosas campanhas da PCS2 e da PCS3 da América do Norte, da PCS4 Américas e do PGI.S. Ele costuma aparecer no topo das estatísticas de eliminações, assistências, knocks e dano, pois tem participação decisiva nas trocações e nas rotações da equipe norte-americana.

TGLTN é tão bom que conseguiu ser o melhor jogador da Grande Final da ESL PUBG Masters Américas: Fase 1, mesmo com a Soniqs não conquistando o título. No Classificatório Última Chance, o australiano ficou no top 3 das estatísticas individuais.

“TGLTN é um jogador que está sempre no topo das estatísticas. Ele tem uma leitura muito boa de tudo o que está acontecendo na partida, além de ter uma mira excelente. Ele é um jogador que esperamos ser destaque pelo longo de campeonatos que possui.” (Afrodite)

“É o jogador com mais MVPs das Américas e destacou-se muito na Eliminatória Regional da América do Norte.” (IVANZITO)

“Jogador que dominou o cenário americano no ano passado e dominou a Classificatório Última Chance da PCS6 para garantir a Soniqs em mais uma Grande Final.” (ReleeN)

rustyzera

O brasileiro Alan “rustyzera” Alves é o jogador latino-americano com mais participações em competições internacionais e continua competindo em alto nível, atualmente pela brasileira Trogloditas, para a qual entrou em maio de 2021.

Depois de sair da FURIA, o trio rustyzera, Wellignton “Killdemo” Ely e Alan “rustyzera” Alves está jogando junto na Trogloditas e conseguiu se classificar para todas as Grandes Finais das últimas competições.

Rustyzera, como experiente e habilidoso jogador, é parte importante desta engrenagem. Na Eliminatória Regional da América Latina da PCS6 Américas, rustyzera obteve a 5ª colocação do ranking de estatísticas individuais, com 2,8 de KDA, 24 abates, dez assistências e 3954,1 de dano causado.

“A Trogloditas não teve uma boa exibição no ESL PUBG Masters Américas: Fase1, mas sendo uma das únicas equipes a participar de outra competição que conta pontos para o PGC, a PCS6 é a oportunidade perfeita para recuperar os pontos perdidos. Rustyzera é o jogador óbvio para se olhar nesta equipe, e ele precisará continuar sendo a ponta da lança para o elenco se quiser fazer um respingo entre os melhores da América do Norte.” (Cameron)

“Rustyzera é um jogador com muita experiência em campeonatos, tanto nacionais quanto internacionais. Além de ser o In-Game Leader (IGL) da Trogloditas e sempre estar punindo os adversários, rustyzera também se destaca no uso de utilitárias, o que eu acho bem importante e um diferencial em competições.” (Afrodite)

“É incrível como outros grandes jogadores alternam entre altos e baixos no desempenho, o que é comum nas competições. Porém, com rustyzera, não tem conversa: mais uma Grande Final nas Américas. Ele é uma das principais esperanças de destaque para a América Latina.” (Canedo)

Kyshenn

O brasileiro Iago “kyshenn” da Luz começou a se destacar em 2020 e chegou a representar a FURIA na 1ª temporada da Copa PUBG Masters. Na edição seguinte da competição, com a Young Kings, chegou ao 2º lugar. Já na 3ª temporada, integrou a Meta Gaming que conquistou o título. Já a partir de 2021, o jogador entrou para a A Creche, equipe que defende até hoje.

Entre as competições latino-americanas, kyshenn e a A Creche tiveram o melhor resultado na última Eliminatória Regional da PCS6 Américas. A equipe obteve a liderança da competição e chega à Grande Final como uma das principais representantes da América Latina.

Já kyshenn se colocou como o melhor jogador da Eliminatória Regional, com as melhores estatísticas individuais dentre todos os competidores. Ele conseguiu 3,3 de KDA, 30 abates, nove assistências e 4654,9 de dano causado.

“O jogador com a maior quantidade de abates da Eliminatória Regional da América Latina. Se tem um jogador para se acompanhar nesta Grande Final tem que ser kyshenn. Estou realmente curioso para ver se ele pode manter esta boa fase nesta fase decisiva.” (Queretarock)

“Ele foi destaque em vários quesitos na Eliminatória Regional. É um jogador agressivo e que está sempre buscando abates e prejudicar os inimigos. Ele tem grandes chances de se destacar jogando com as equipes da América do Norte tanto quanto se destacou com as da América Latina.” (Afrodite)

Balkkan

O brasileiro Kaio “Balkkan” Duarte começou a competir em 2020 e voltará a disputar uma PUBG Continental Series depois de ter participado da PCS4 pela Enrage Esports e ficado fora da PCS5 já pela 22 Esports, equipe que representa atualmente. O jogador vem marcando presença nas últimas competições regionais, demonstrando possuir nível para competir entre os melhores, não só da América Latina, mas das Américas como um todo.

Na Eliminatória Regional da América Latina para a PCS6 Américas, Balkkan teve o melhor desempenho individual da 22 Esports e o terceiro melhor de toda a competição, atrás apenas de dois jogadores da A Creche, a líder. Foram 29 abates – só 1 atrás de Kyshenn, o mais matador -, nove assistências, 3209,9 de dano causado e 2,8 de KDA.

“Começou o ano jogando absurdos. É um jogador muito diferenciado, que está em busca de fazer uma ótima campanha com a sua equipe representando o Brasil.” (ReleeN)

“O que o Balkkan vem jogando não está escrito! Ele é um dos jogadores mais inteligentes do nosso cenário. Não bastasse isso, também vive o auge da sua mira. É uma peça fundamental para ajudar a 22 Esports a escrever história neste ano de dois mil e… 22!” (Canedo)

Kickstart

O norte-americano Matt “Kickstart” Smith, hoje na eUnited, está desde 2018 competindo em alto nível no PUBG e, na Eliminatória Regional da América do Norte da PCS6 Américas, teve um dos melhores desempenhos individuais da competição e o melhor da sua equipe.

Kickstart já passou por Wildcard Gaming, Zenith Esports e Oath antes de chegar à eUnited.

Com a Zenith, o jogador ficou em 5º lugar nas três edições da PCS América do Norte em 2020, mas teve uma excelente apresentação no PGI.S, no início de 2021, com o vice-campeonato, atrás somente dos conterrâneos da Soniqs.

O ótimo resultado era prenúncio de uma temporada de sucesso, com dois títulos regionais conquistados com a Oath, a ESL PUBG Masters Américas: Fase 2 e a PCS5 Américas, o que assegurou à equipe a participação no PGC de 2021.

Nesta temporada, a eUnited venceu a primeira competição, a ESL PUBG Masters Américas: Fase 1, e chega à Grande Final da PCS6 Américas como uma das principais candidatas ao título, tendo Kickstart como uma referência, pela experiência, pela mira e pela importância dentro de jogo. 

“Kickstart tem sido um bom jogador há tempos e a entrada dele para a Oath (hoje eUnited), substituindo PAT_KAPS nivelou esta equipe ao ponto em que eles rapidamente subiram ao topo e ultrapassaram o reinado dos Soniqs do PUBG norte-americano (e das Américas como um todo). Embora não seja a equipe de melhor seed da Eliminatória Regional, o público deve esperar que a eUnited continue sua caminhada no topo da região, e Kick quase sempre estará à frente.” (Cameron)

“É um jogador completo, que sempre cresce nos momentos mais importantes, pois se destaca quando a equipe mais precisa.” (ReleeN)

Ykikamucoww

O australiano Nathan “Ykikamucoww” Lynham fez a carreira na Oceania, desde 2018, e, em fevereiro deste ano, entrou para a norte-americana Gascans. Na Eliminatória Regional da América do Norte da PCS6 Américas, o jogador se sobressaiu e teve o terceiro melhor desempenho individual, atrás apenas de dois jogadores da Yaho.

Com KDA 3, Ykikamucoww conseguiu 26 abates, dez assistências e 5215.8 de dano causado – o segundo maior dano da competição, somente menor do que o neozelandês Nico “Nicoos”, também da Gascans.

Na Ásia-Pacífico, antes de vir para a América do Norte, Ykikamucoww passou por equipes como ORDER, Incognito e, nos últimos dois anos, FURY. Ele integrou a equipe que venceu as seletivas da Oceania de todas as PCS, desde a primeira edição, mas não conseguiu conquistar o título da competição principal da Ásia-Pacífico, chegando no máximo ao 2º lugar.

É, portanto, um jogador de enorme bagagem, inclusive internacional, já que participou do PGC 2021, que vem demonstrando sua habilidade agora nas Américas.

“Da mistura da Gascans – com um jogador australiano, um neozelandês, um venezuelano e um canadense jogando na América do Norte – o atleta que se destaca é Ykikamucoww. Ele mostrou personalidade no PGC e, dentro do campo de batalha, é o homem em quem se confiar. Talvez Ykikamucoww não seja o principal destaque da competição, mas é sempre um jogador importante, especialmente quando a equipe precisa mudar de marcha para seguir em frente.” (Jerry)

“Se falou em top jogador da América do Norte, tem que ter pelo menos um australiano! O cenário norte-americano está muito equilibrado e, na Eliminatória Regional da PCS6 Américas, Ykikamucoww conseguiu desenvolver demais seu jogo, tendo sido peça fundamental para o bom desempenho da Gascans. Ele deve conseguir manter tal desempenho na Grande Final.” (Canedo)

Compartilhar Isso